Engenho & Obra - Associação para o Desenvolvimento e Cooperação, ONGD
 
 

English  

Segue-nos

Entidade Formadora Certificada

 
Intervir para a Sustentabilidade com Autonomia
 
Intervir para a Sustentabilidade com Autonomia
 

Manifesto Eleitoral da LISTA candidata ao Acto Eleitoral de 6 de Novembro 2010

INTRODUÇÃO

A candidatura “INTERVIR PARA A SUSTENTABILIDADE COM AUTONOMIA” apresenta-se ao Acto Eleitoral da Engenho e Obra (E&O) – Associação para o Desenvolvimento e Cooperação – ONGD, com um Programa Mínimo, assente em Resultados Esperados, Objectivos de Intervenção e Propostas de Actividades. O princípio fundamental é o da AUTONOMIA, condição número um, para garantir a sustentabilidade da Organização e dos projectos de intervenção, em Portugal e nos países de língua portuguesa.

“INTERVIR PARA A SUSTENTABILIDADE COM AUTONOMIA” constitui a assinatura da Campanha e ao mesmo tempo, um compromisso com todas(os) os Associadas(os).

A apresentação deste MANIFESTO ELEITORAL é feita sob a forma de PROJECTO; definem-se RESULTADOS, com base em OBJECTIVOS globais e consubstanciados em ACTIVIDADES concretas.

RESULTADOS ESPERADOS

  • Autonomia financeira da E&O no final do mandato.
  • Aprovação de 3 Projectos a nível nacional / europeu.
  • Aprovação de 2 Projectos de Cooperação envolvendo países lusófonos.

OBJECTIVOS DE INTERVENÇÃO

  • Reorganizar a Direcção, os Departamentos específicos e os Núcleos de Associadas(os), em Portugal e nos países de língua portuguesa.
  • Proporcionar condições que permitam a autonomia financeira da E&O, através da realização de contratos de prestação de serviços com Entidades nacionais e/ou internacionais.
  • Formar Associadas (os) E&O em áreas especificas, nomeadamente as que derivam das actividades inerentes ao core business da Organização.
  • Formar jovens licenciadas(os) candidatas(os) a primeiro emprego, na modalidade de Estágios integrados.
  • Intervir em Concursos nacionais e/ou internacionais, em Portugal e nos países de língua portuguesa, através de propostas concretas e devidamente fundamentadas e com parcerias no terreno.
  • Participar, na qualidade de Entidade Promotora, em Concursos nacionais e/ou internacionais, desde que estejam reunidas as condições mínimas de sustentabilidade financeira.
  • Criar condições para a implementação do CONSELHO CONSULTIVO da E&O.

PROPOSTAS DE ACTIVIDADES E INICIATIVAS

Organização

  • Dinamização de 3 Departamentos específicos:
    • ENGENHARIA
    • FORMAÇÃO
    • EDUCAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO
  • Reformulação da Base de Dados de Associados.
  • Criação de uma base de dados de projectos vs. linhas de financiamento nacionais e/ou internacionais.
  • Criação de uma base de dados de toda a documentação existente na Sede Nacional.
  • Criação de uma Bolsa de Voluntários.
  • Reformulação da Bolsa de Formadores internos e externos.
  • Elaboração de um Regulamento Interno de funcionamento da Direcção.

Comunicação

  • Dinamização da Newsletter E&O: periodicidade trimestral no 1º ano e mensal, a partir do 2º ano.
  • Dinamização dos Núcleos de Associadas(os) Norte e Lisboa / Setúbal , com vista a uma progressiva ligação ao trabalho dos Departamentos.
  • Renovação e actualização das páginas internet da E&O.
  • Implementação de um Gabinete de Imprensa.

Formação

  • Acções formativas dirigidas aos colaboradores e Associadas(os) E&O.
  • Projectos de desenvolvimento pessoal, social e profissional para públicos diferenciados.
  • Concepção dos instrumentos de recolha de dados e posterior tratamento da informação
  • Continuação do Programa “Estágios Certificados Não-Remunerados”

Projectos

  • Educação para o Desenvolvimento.
  • Engenharia e Desenvolvimento Sustentável.
  • Empreendedorismo e Negócios Sociais.
  • Desenvolvimento Regional e Local.
  • Agência Microcrédito.

Angariação de Associadas(os)

  • Divulgação da E&O nas comunidades associativas, universitárias e científicas.
  • Promover a divulgação e disseminação dos projectos da E&O, junto de Empresas, Associações Empresariais e Associações Sindicais.

Conselho Consultivo

  • Implementação do Conselho Consultivo - órgão de apoio à Direcção, emitindo pareceres em matérias de natureza diversa.
  • Convite a instituições associadas e não associadas, de reconhecido mérito e indiscutível competência para integração no Conselho Consultivo.

Parcerias

  • Reforço das parcerias estabelecidas, em Portugal e nos países de língua portuguesa.
  • Estabelecimento de novas parcerias com instituições de mérito reconhecido.

Promoção de debates

  • Promoção de debates internos e externos sobre assuntos relevantes enquadráveis na missão da E&O.

Apresentação de candidaturas

  • Implementação de um Gabinete “Observatório de Oportunidades”, constituído por um conjunto de Associadas (os) que deverá sinalizar as aberturas de programas que possam originar candidaturas a apresentar e/ou a intervir.

Produção de “papers” e “posters”

  • Criação de condições para a produção de literatura no campo de actuação da E&O.
  • Publicação da literatura produzida em órgãos de comunicação especializados, além de seminários, congressos e conferências.

Participação em Seminários, Congressos, Conferência e eventos semelhantes

  • Participação em Seminários, Congressos, Conferências e outros eventos semelhantes, como autores de trabalhos resultantes da actividade da E&O ou inseridos na área de intervenção da Associação.

NOTA FINAL

Promover a MARCA E&O. Um compromisso da Equipa que ora se propõe dirigir a Associação nos próximos 3 anos. Um mandato para consolidar a MARCA, proporcionando-lhe a notoriedade que advém da progressiva intervenção de forma sustentada e sustentável em projectos e iniciativas que correspondam à Missão e à visão dos fundadores da instituição. Difundir e disseminar a MARCA E&O. Começa pela atitude dos membros da Lista candidata: responsabilidade, profissionalismo e solidariedade.


Outubro de 2010

 
2010-11-04
 
« Voltar