Engenho & Obra - Associação para o Desenvolvimento e Cooperação, ONGD
 
 

English  

Segue-nos

Entidade Formadora Certificada

 
Gestão de Projetos Sociais de Intervenção
 
Gestão de Projetos Sociais de Intervenção
 
Seminário

República de Cabo-Verde, Cidade da Praia, 25 e 26 Janeiro 2013

"Gestão de Projetos Sociais de Intervenção"

Formação a cargo do Engº Alfredo Soares - Ferreira, Presidente da E&O

Os projectos sociais de intervenção nascem do desejo de mudar uma realidade. São acções estruturadas e intencionais, de um grupo ou organização social, que partem da reflexão e do diagnóstico sobre uma determinada problemática e buscam contribuir, em alguma medida, para "um outro mundo possível". Um projecto é uma acção social planeada, estruturada em objectivos, resultados e actividades, baseados numa quantidade limitada de recursos e de tempo.

Os projectos sociais de intervenção tornam-se, assim, espaços permanentes de negociação entre convicções pessoais e colectivas – o desejo de mudar as coisas – e as possibilidades concretas que temos para realizar estas mudanças – a realidade. A elaboração de um projecto implica diagnosticar uma realidade social, identificar contextos, compreender relações institucionais, grupais e comunitárias e, finalmente, planear uma intervenção, considerando os limites e as oportunidades para a transformação social. Os projectos sociais não são realizações isoladas. Estão em constante interacção, através de diferentes modalidades de relação, com políticas e programas voltados para o desenvolvimento social.

Os projectos sociais enquadram a o conceito de rede. Parte-se do pressuposto de que aquela é essencial para o desenvolvimento de projectos, em forma de propostas para mudar a realidade, bem como para que ideias possam surgir do confronto de posições dos actores sociais e possam evoluir para projectos sustentáveis.

Para compreender o conhecimento de uma rede, o seu funcionamento e dinâmica, torna-se necessária a aquisição e consolidação de determinados conceitos e pressupostos básicos, bem como a informação de algumas realidades nacionais e internacionais, que significam o conhecimento de circuitos de funcionamento de entidades que, por exemplo, trabalham para a Cooperação Internacional e/ou Cooperação para o Desenvolvimento. Subentende-se o conceito de Rede (network), como um conjunto de entidades (pessoas, grupos, organizações) com um conjunto previamente estabelecido de princípios e de regras bem definidas e onde circula informação, que tem que ser adquirida, tratada, sistematizada e seriada, de molde a constituir material relevante que, devidamente trabalhado, possa estar ao serviço comum e constitua uma mais-valia significativa. Uma Rede implica um conjunto de exigências, a nível de hardware e software, que incluem tecnologias, equipamentos, dados e protocolos, sempre ao serviço das pessoas.
 
2013-01-24
 
« Voltar